quarta-feira, 20 de novembro de 2013

VOCÊ SABE RECONHECER OS SINAIS DA PAQUERA? SABE QUANDO ALGUÉM ESTÁ INTERESSADO (A) EM VOCÊ?

A LINGUAGEM NÃO VERBAL NOS DÁ AS ARMAS. FIQUEM ATENTOS

(Por Adriana Santiago)


          O fato é: O CORPO FALA e de maneira absolutamente contundente! Quando estudamos a linguagem não verbal descobrimos o quanto deixamos de “ler” o que o outro nos diz apenas com seus gestos e expressões e o quanto deixamos de utilizar mais o nosso poder de comunicação, pois não reconhecemos os sinais que podem potencializar a nossa linguagem.  Enquanto palavras ocupam apenas 7% do espaço do que se quer expressar, o nosso corpo diz os outros 93%.

                                                                                            
           A linguagem emitida por nosso corpo é herança  da evolução da nossa espécie e por isto pode ser considerada Universal. Ela se expressa com tanta naturalidade e inconscientemente que “quase nunca” podemos evitar. Na Paquera e nos rituais de conquistas revela o quanto estamos disponíveis, entusiasmados ou até mesmo, desesperados.

 No mundo dos animais irracionais há poucos problemas quando se trata de escolher parceiros e lidar com os relacionamentos, pois os sinais são claros, contundentes e precisos. Geralmente, a fêmea entra no cio, o  macho parte para o ataque e pronto!  Em várias espécies de pássaros, por exemplo, o macho anda de maneira empertigada em volta da fêmea, fazendo barulho, eriçando as penas e executando movimentos corporais para atrair a atenção, enquanto ela demonstra pouco ou nenhum interesse.  Mas não há como se equivocar! Ela está no cio, emitiu os sinais e ele captou!

Com os humanos a coisa não é tão simples assim! Pois entre eles, elas e os sinais corporais, há a palavra! E a palavra, neste caso, veio para confundir muito mais do que para explicar.  Mas, vamos lá! Vamos voltar a falar de algo que  já conhecemos mas não RECONHECEMOS:  A nossa Linguagem não verbal.

O ser humano é a única espécie no planeta azul que se sente confusa em relação ao jogo da sedução. Pois “esquece” do que quando criança podia perceber com muito mais nitidez. Aqui vamos dar algumas dicas para iniciar e até mesmo melhorar as relações amorosas.

Dica número 1:

Comece a notar como homens e mulheres mudam sua postura quando se cruzam ou quando avistam um alvo de desejo! Há uma elevação do tônus muscular, que se prepara para um possível encontro sexual: o estômago se contrai, o corpo assume uma postura ereta e adquire uma aparência mais jovem. Inconscientemente o seu corpo reage ao sexo oposto para tornar você mais atraente. Se você perceber que o outro se eriçou, bingooooo, é um excelente momento para começar a emitir e perceber os sinais.






Dica número 2:

Sintam-se privilegiadas, meninas, são as mulheres quem escolhem os pares amorosos.  Elas enviam sinais sutis com os olhos, corpo e o rosto ao homem que lhes despertou interesse. Por isto, entenda a linguagem do seu corpo  e use-a a seu favor.Os homens até pensam que são eles que tomam a iniciativa, mas não iniciam nada sem antes “perceber” algo que os franquia a começar .  Para os homens, a dica é: preste atenção nos sinais femininos para não dar uma varada n’água!  Na paquera, quase sempre, as mulheres escolhem a música e os homens executam a maior parte da dança.





Dica número 3:

Mulheres, caprichem no olhar e homens, reparem em  quem está te olhando. A mulher examina todo o salão e localiza um homem que lhe desperta interesse. Ela espera que ele note sua presença, olha fixamente para ele por cerca de cinco segundos e desvia o olhar. Ele a observa para ver se ela vai olhar para ele outra vez. Por isto é preciso que a mulher repita este mesmo olhar por três vezes antes que o homem perceba o que está acontecendo.  Porque eles têm dificuldades na percepção dos sinais e este é um grande problema que pode causar infinitos equívocos. Enquanto as mulheres usam 16 áreas do cérebro para fazer esta leitura, os homens utilizam apenas 4.  É “natural” que eles não entendam bem! Por isto, meninas, esforcem-se!




Dica número 4:

Meninas,  mantenham o sorriso em dia. Um meio-sorriso rápido, tem o objetivo de acender o sinal verde para que o homem se aproxime.  Infelizmente, muitos homens não reagem a este sinal e por isto passam a impressão de que não estão interessados.  Por isto, meninos, comecem a perceber o que para elas é sinal de abertura.  Treinem esta percepção já que o cérebro de vocês não está bem preparado para fazer a diferença entre um sorriso sarcástico e um sorriso de interesse real.


Sorriso Sarcástico (Ela não te quer)





Sorriso de Paquera (Você tem alguma chance)




Dica número 5:

Homens, reparem  bem se o seu  “alvo” está jogando a cabeça para trás e mexendo nos cabelos. Até mulheres com cabelos curtos fazem isto. Este é um modo sutil de demonstrar que ela se importa com a maneira que  você a vê.  Mulheres, se  estão interessadas em alguém, além de arrumar os cabelos para trás para mostrar melhor seu rosto, o faça de maneira que você  exponha as suas axilas, pois este é um excelente modo de exalar os  feromônios, o perfume do sexo.


Dica número 6:

Mulheres: Se querem mostrar interesse por alguém, agarre-se a um objeto cilíndrico e comece a acariciá-lo. O próprio dedo, o pé de uma taça, um brinco comprido, um cigarro valem como ícones.   Esta é uma indicação inconsciente  daquilo que talvez esteja em seu pensamento. Tirar e recolocar um anel do dedo também pode ser uma representação mental do ato sexual. Quando a mulher faz um desses gestos, o homem pode responder com uma tentativa simbólica de possuí-la acariciando o isqueiro, as chaves do carro ou qualquer outro objeto dela  que esteja por perto. Procure rápido uma deixa para se aproximar.



Dica número 7:

Meninos e meninas,  observem se os joelhos dos seus alvos estão apontando para você. Se tiverem, ótimo prenúncio, pois joelhos e pés apontados significam interesses em ambos os sexos.  Se você é mulher, cruze as pernas pois devido à configuração óssea, muitos homens não conseguem se sentar desta maneira. Isto, então se torna um poderoso sinal de feminilidade, ressaltando as diferenças intransponíveis entre os sexos.  Ah, balançar o sapato na ponta do pé indica uma atitude relaxada. O ato de enfiar o sapato e retirá-lo também tem uma conotação sexual. Essa atitude deixam os homens inquietos, sem que eles saibam o que está acontecendo exatamente.




Dica número 8:

Homens, saibam de uma coisa bem importante:  A bolsa de uma mulher é um item extremamente  pessoal. Ela a trata como se fosse uma extensão do seu próprio corpo. Por isto, se ela a colocou bem perto de você, fique  atento.  Isto é um forte indício de que ela está interessada. Tome conta e se possível, toque-a e acaricie. Com certeza a mulher em questão ficará encantada.

Dica número 9:

Cuidado com as minissaias. Mulheres que usam saias curtas costumam sentar-se com as pernas bem cruzadas para se proteger, mas isso faz com que pareçam fechadas e tenham menos chances de serem convidadas para dançar numa boate, por exemplo. Os homens, ADORAM ver as pernas femininas, mas é melhor que as mulheres usem roupas confortáveis que não limitem sua linguagem corporal.




Dica número 10:

Meninas, mostrem seus pulsos. Eles são uma excelente maneira de chamar a atenção dos homens. Quando uma mulher interessada expõe aos poucos a sensível pele interna dos pulsos ao parceiro em potencial, ela demonstra sinais de submissão  e mostra a ele uma zona absolutamente erógena, mas pouco explorada. Isto o enlouquece, e ele nem percebe.








Para concluir e arrematar as dicas, não esqueçam  de  ressaltar suas  diferenças sexuais e sua disponibilidade. Isto  o torna mais atraente ao sexo oposto.  Nossos sinais biológicos de gênero operam num nível sub-consciente e não podemos evitá-los.  Tanto o cérebro masculino quanto o cérebro feminino são programados para ser atraídos por aqueles que demonstram a mais elevada capacidade reprodutiva e a maior disponibilidade sexual.  A boa notícia é que não precisamos ser esteriótipos de beleza para atrair o sexo oposto. Se fizermos boa leitura dos sinais, conseguimos fisgar nosso peixe, basta saber o que colocar na isca, afinal de contas, quando vamos pescar, colocamos no anzol o alimento preferido dele, não o nosso. Você já comeu minhocas, por acaso? A ideia pode lhe parecer repugnante, mas para o peixe, é o que há de mais apetitoso.
Boa Sorte!!!!!!!!!!!!!!!


Adriana Santiago
CRP: 05-20345
PSICOLOGIA POSITIVA
TEL: 86622565/26092565/26094075



domingo, 3 de novembro de 2013

Você sabe o que é COACHING?


Palavrinha da moda! Todo mundo na área empresarial já ouviu falar e muita gente boa por aí neste mundo de meu Deus também. Vou esclarecer alguns pontos aqui para vocês entenderem um pouquinho melhor sobre a natureza do coaching e falarei  da aplicabilidade da psicologia positiva neste processo.

O termo coach surgiu na Inglaterra em 1500, para denominar aquele que conduzia as pessoas numa carruagem de um lado para outro. Em 1850, foi designado para definir o TUTOR, aquele que protege e dá amparo às pessoas que não têm condições de se resolverem sozinhas.  

Atualmente, ele se refere a algo muito maior. Desde 1950, este termo vem sendo aplicado para descrever quem conduz alguém a atingir seus objetivos, não somente objetivos que dizem respeito ao espaço, mas objetivos que dizem respeito aos desejos. Quando assumiu este significado, o termo era utilizado para se referir ao gerenciamento de pessoas onde então, foram introduzidas as primeiras técnicas de desenvolvimento pessoal e humano, valorizando as competências dos indivíduos e relacionando as mesmas ao processo de melhoria continua.

Em 1960, em Nova Iorque,  um programa educacional introduziu pela primeira vez as habilidades de Coaching de Vida, ou Life Coaching. Posteriormente este programa foi  levado para o  Canadá, onde foi aperfeiçoado com a introdução de técnicas e ferramentas para a resolução de conflitos e problemas.

 No Brasil, o Coaching surgiu na década de 70, através de associações com o meio esportivo, para então entrar no mundo dos negócios ainda mantendo seu significado original, de “conduzir” o individuo para uma etapa mais avançada de seu mundo.

Atualmente o coaching é um processo que se expande por toda a história do sujeito, pois ele serve como instrumento de melhora do bem estar do indivíduo,  o ajudando  a atingir suas mais variadas metas.

O coaching é uma  PODEROSA FERRAMENTA DE DESENVOLVIMENTO PESSOAL. Processo de análise e evolução que abrange todas as áreas da vida do cliente. Vem sendo amplamente utilizado por pessoas que buscam o sucesso pessoal e profissional integrados a todas as demais áreas da vida.

E onde a psicologia positiva entra nisto?

Ela oferece instrumentos com validação científica para serem utilizados no processo.
Desde 1998, esta ciência nova vem pesquisando  sobre o florescimento humano. Milhões são investidos em estudos científicos para aumentar o bem-estar individual e coletivo. Os resultados têm sido tão surpreendentes que governos de vários países vêm aplicando suas descobertas para melhorar o crescimento global. Alguns países atualmente, nem medem mais seu nível de desenvolvimento pelo PIB (Produto Interno Bruto). Eles estão focados no FIB (Felicidade Interna Bruta). Exemplo disto é um país bem pequeno que fica no Himalaia chamado de Butão. (Vocês podem conferir através deste link: http://super.abril.com.br/cultura/sorria-voce-esta-butao-446444.shtml.).

Agora o foco é o coaching e a psicologia positiva. O processo de coaching supõe um coach  e um coachee. O primeiro utiliza, oferece e apresenta ferramentas para que o segundo atinja metas previamente estabelecidas. Estas metas deverão ser bem definidas e devem estar de acordo com os valores do cliente. Neste caso, o coachee.  Usando a psicologia positiva como base do trabalho, o profissional de coaching deverá partir de alguns princípios básicos:  Em primeiro lugar: OS SERES HUMANOS TÊM UMA TENDÊNCIA INATA PARA MUDAR E SE SUPERAR. Segundo: FOCAR NAS FORÇAS É MUITO MAIS PODEROSO DO QUE FOCAR NAS FRAQUEZAS PARA ALCANÇAR O SUCESSO e terceiro: POSITIVIDADE – SEJA SOB A FORMA DE EMOÇÃO POSITIVA OU ESPERANÇA – É UM PODEROSO RECURSO PARA FACILITAR A MUDANÇA E ALCANÇAR O SUCESSO.

Tendo como base estas premissas fundamentais o profissional de coaching terá possibilidade de fazer com que o seu coachee realize seus sonhos e atinja as suas metas de maneira bem mais eficaz e coerente com as forças pessoais do seu cliente.

E você já sabe o que quer para a sua vida? Estabeleceu suas metas para o próximo ano, para o próximo mês, para o próximo dia?

Procure então um profissional da área e veja como os seus sonhos podem se tornar realidade. Isto tudo com respaldo científico.

Até mais

Adriana Santiago
CRP: 05-20345
Psicologia Positiva
Consultório: Itaipu, Santa Rosa e Copacabana.

Tel. 26092565 - 86622565